JellyPages.com
"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer, porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo". Clarice Lispector

Seguidores

outubro 20, 2012

Tipos de Submissas por Lena Lopez - Com certeza vc conhece alguém assim, rs




Tipos de Submissas por Lena Lopez 

Sub-ácida: Está sempre azeda e acha que não apanhou o bastante
Sub-aquática: chora rios de lágrimas e se urina 
Sub-clínica: Esta sempre com algum sintoma
Sub-consciente: Está sempre alienada
Sub-crônica: É submissa 24 horas por dia e até nos sonhos
Sub-crustráceo: Já levou tanta lambada, que criou uma crosta em volta do corpo
Sub-delírio: Está sempre entre a fantasia e a realidade, não se decide nunca
Sub-dialeto: Quando está apanhando não se entende nada do que ela diz
Sub-entendida: Está sempre procurando algo nas entre-linhas 
Sub-estimada: Se acha pior do que as outras
Sub-fixa: Aconteça o que acontecer, fica parada no mesmo lugar, estátua
Sub-fóssil: Antiguíssima
Sub-genérica: igual a ela existe um monte
Sub-humana: compreensiva e caridosa
Sub-ida: se acha a tal, acima das outras
Sub-ita: virou subimissa de repente 
Sub-jetiva: Submissa dela mesmo
Sub-jugante: confusa e acha que domina
Sub-legenda: Não entende nada, tudo tem que ser por escrito ou desenhado 
Sub-levada: está sempre revoltada, teimosa 
Sub-limada: foi torturada com uma lima ou grosa 
Sub-limável: pode ser torturada com lima ou grosa
Sub-liminar: autoinfluenciável
Sub-lingual: fala pelos cotovelos, fofoqueira
Sub-linhada: Está sempre por baixo
Sub-locada: de aluguel
Sub-lunar: Está sempre no mundo da Lua
Sub-marino: adora ser afogada
Sub-médium: sente as dores no dia anterior
Sub-mersa: o mesmo que sub-marino
Sub-mergível: aquela que o Dono está pensando em afoga-la
Sub-metida: já fez sexo com o Dono 
Sub-missiva: Submissa de recados, office-girl do Dono 
Sub-nutrida: aquela que já fez as refeições 
Sub-oficial: a titular
Sub-ornada: toda enfeitada, cheia de frescura 
Sub-sidiada: viva às custas do Dono
Sub-solo: está por baixo, mas quer ficar mais por baixo ainda
Sub-estabelecida: recebeu a submissão de outra submissa, a fim de substitui-la 
Sub-tensa: nervosa 
Sub-terfúgio: está sempre se esquivando do Dono, sempre arruma pretextos
Sub-terrânea: adora ser enterrada viva, se acha uma minhoca
Sub-total: abraça todas, sofrer é com ela mesmo
Sub-traída: o Dono tem outra 
Sub-traindo: Tem dois ou mais Donos
Sub-tropical: se acha a Carmem Miranda, adora banana, pepino. etc...
Sub-versiva: totalmente revolucionária, quer ser igual ao Dono

6 comentários:

  1. Mais parece a Toinha "falando". Esta Lena é cheia de graça, cruz credo!! Dei tanta risada...

    Beijos Sophys!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkk

      Vc acha q Tonha q escreveu?
      Pode ser!

      Bjk@s

      Excluir
  2. Rindo horrores aqui.
    Fui lendo e lembrando de cada uma e encaixando na descrição.

    ResponderExcluir
  3. kkkkk
    E não é?
    Já conheci cada uma, já conheci submissas que se anulam dos desejos, pensamentos e da sua própria vida, para satisfazer o dono. Já vi conheci sub que não aceita a submissão, que antes de ser dominada, quer dominar o dono com suas vontades. Tem sub de todos os tipos, até as que pensam que são mas não são.
    Obrigada M@mys!
    BJOS
    Lena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lena,

      Adoro seus textos mas quando vc é comédia vc exagera, rs

      Bjk@s

      Excluir