JellyPages.com
"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer, porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo". Clarice Lispector

Seguidores

outubro 14, 2012

Amor é igual a viício? By Sophys

Imagem compartilhada com o kerido Candy
Outro dia li esse artigo na revista Galileu:

"Amor é igual a vício.
Foley cita o estudo da antropóloga Helen Fisher que identificou  na fase da paixão, as mesmas substâncias cerebrais dos viciados em drogas. Buscar novos pares q tragam a sensação da euforia é agir como um viciado atrás de doses maiores da droga. 
Assim, os relacionamentos estão fadados a se efêmeros - e infelizes".


Achei esse pequeno texto bem interessante e muito coerente. 
Talvez a "explicação lógica" q buscava por assistir tantos relacionamentos superficiais.



São tantos "relacionamentos relâmpagos" q já nem me surpreendo mais.
Troca de carinhos públicos,
 coleirinhas exibidas com orgulho (no caso de sub),
e de repente sem mais nem pq, nem mencionam o nome um do outro... 
Como assim? 
Cadê aquele amor todo? 
O q aconteceu?
E a magia onde foi parar?
Ng está mais preocupado em manter a relação?
Claro q na rede não devemos expor tudo, um pouco de mistério faz parte do show. 
Me é tão incoerente essas atitudes. 
A troca rápida e excessiva de amores... 


... esse texto veio me colocar várias pulguinhas atrás da orelha. 
É só a química q interessa?
Estamos agindo como drogados?
O gosto pelo novo é superior a manter alguém q nos conhece?
Como assim?
Podemos agora simplesmente nos colocar como drogados em busca de sensações?
Sermos menos culpados de todas as nossas falhas nos relacionamentos?
As pessoas assim mesmo, procurando uma paixão para satisfação puramente pessoal?
Depois q suga tudo tal qual um vampiro de emoções,
simplesmente some ou abandonam com desculpas cada vez menos plausíveis?


Uma das coisas q mais me assusta hj no BDSM é o Domínio Psicológico (adoro, mas odeio, pode?).
Não me lembro com quem falei sobre isso se com a Kel ou a Florzinha.
O nosso comentário foi sobre a maldade q há nisso.
Enquanto está tudo bem seu "DONO", ele ali te dando a maior atenção do mundo
é maravilhoso... 
Quase uma sensação como estivesse drogada pelo mais puro êxtase.(ops!)
Mas quando ele parte de forma rápida.  A dor é incalculável.

Acho q os (as) dominadores(as) deveriam ter um pouco mais de cuidado e ter mais respeitos com "suas conquistas". Pensar um pouquinho como isso é perigoso . A maioria das meninas q passaram por essa "ausência súbita" tiveram muita dificuldade em se recuperar. E a maioria não voltaram por BDSM  e não vou citar nomes pq a lista é bem extensa. Outras se entregaram aos "cuidados" do primeiro maluco q apareceu (não é uma boa opção).


Malhar tb libera endorfinas conhecida como a droga da felicidade a mesma liberada durante o sexo
O ator Sylvester Stallone era viciado em malhar e foi encontrado uma vez desmaiado na academia da sua casa. Nesse período ele declarou q suas calças jeans rasgavam constantemente devido sua musculatura ser tão forte... (Uau! Desculpa pensei em outro músculo).



O ator Michael Douglas era vicia em sexo...Lá vem a danada da endorfina de novo.

Tem gente q adora mentir pq a sensação de não ser descoberto lhe causa um grande prazer.

Outros se colocam em perigo fisicamente (adrenalina pura!).

Nossa o ser humano é bem estranho mesmo.

Finalizando achei interessante colocar aqui esse texto pra vcs tirarem suas conclusões.
E fazer uma analise de quem somos e o q nos tornamos.


Eu juro q vou tentar entender esse vício q se chama paixão.
O primeiro encontro...
O primeiro beijo...
O primeiro toque...
O primeiro orgasmo... 
Tudo muito excitante e marcante...
Mas prefiro a continuidade.
Juro q prefiro fazer de cada encontro como se fosse o primeiro. 
Sou fiel até.
Claro q tem q fazer merecer...
Isso se chama maturidade,
melhor mesmo viver um dia por vez
e claro do ladinho aquele q foi eleito o meu amor.


By Sophys.

6 comentários:

  1. O amor é reações químicas! rsrs

    Adorei saber disso, tem tratamento e isso é muito bom...rsrs

    Beijos gulosos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkk

      Soh a Sra. mesmo!
      Mas acho q o tratamento está dentro de nós... Temos q saber dosar.

      Bjk@s

      Excluir
  2. adorei também saber ..grande descoberta sobre o amor .... mas onde fica os verdadeiros sentimentos ?????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os verdadeiros sentimentos existem sim!
      Claro!

      Se não me mato, rs

      Bjk@s

      Excluir
  3. querida li o texto e a minha humilde opinião é esta...
    por vezes utilizamos a palavra amor com mta ligeireza...
    confundimos com outras parecidas como atracção... desejo... paixão...tesão...e sim estas mt viciantes sem duvida...
    a adrenalina do novo, da descoberta do sabor do novo corpo do sexo da luxuria do prazer...
    o amor é diferente esse cultiva-se ao longo da relação tem que ser regado, cuidado como se de uma flor mt delicada se tratasse...
    para mtas mulheres e mts poucos homens para haver sexo tem que ter amor...por isso mts enganos e mentiras...
    em vez do amor porque não exigir para inicio da relação respeito, verdade, e principalmente paixão e desejo sem isso nada funciona...
    a minha relação com os musculos e sexo são iguais mt viciado em ambas...sempre em busca de novas formas de as praticar...rsrsrrs
    querida essa é a minha humilde opinião...
    beijos amordaçados em vc...



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Docinho!

      Por isso q vc está no topo da lista dos meus amigos favoritos.
      Conhece o segredo dos corações,

      Bjos Sufocados

      Excluir