JellyPages.com
"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer, porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo". Clarice Lispector

Seguidores

maio 01, 2014

Mesmo distante - Conto By Sophys


Desta vez não deu certo...
Ele em Sampa e eu aqui imaginando,
 sozinho num quarto de hotel.
Minha imaginação fervia.
Noite agitada. 
Acordo cedinho e envio uma mensagem:
- Bom dia! Se voce acordar "animadinho" me manda uma foto.

Minutos depois
- "Bom dia! Com uma foto deliciosa.
Respondo:
- Amor... Quero fazer sexo por telefone...

Logo em seguida ele liga.

Sua voz cheia de sotaque e deliciosamente suave,
meu corpo tremia todo...
Disse cheia de propriedade:
- Quero que tire a cueca
Comecei me tocar, estava totalmente molhadinha.


Gemia suavemente em quando me tocava,
- Amor... Quero chupar seu pau como vc gosta?
Ele assume o comando
- Vc esta descendo pelo meu peito,
com uma das mãos já arranca meu pau pra fora e abocanha.

Me chupa com suavidade primeiro,
lentamente,
 depois com força apertando com os lábios,
 segure a base do meu pau.
Minha mente imaginava o pau  gostoso e tezo.
Era capaz de visualizar a primeira gota do mel que dele escorria.



- Amor... estou me tocando pra vc...
Gemi baixinho ao seu ouvido
Fechei os meus olhos e dexei sua voz me conduzir ao um delicioso orgasmo.
Amor, preciso de um banho - disse ele
Tb preciso...
 No chuveiro me masturbei mais uma vez pensando no seu toque,
no gosto da sua boca,
nos dias longos longe dele.

Toda forma de amor vale a pena?
Com certeza se te reverte para o melhor que existe em nós.



By Sophys



4 comentários:

  1. Hummmm delícia... fiquei de pau duro aqui, imaginando a cena.... e olhe que quando fico de pau duro.....!!!

    ResponderExcluir
  2. Um momento já vivido por mim algumas vezes,sem duvida,que fica sempre o sabor a pouco,mas mantém o amor presente.

    Beijoooo lindona

    ResponderExcluir