JellyPages.com
"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer, porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo". Clarice Lispector

Seguidores

abril 01, 2013

Pablo Neruda


Não te quero senão porque te quero,
e de querer-te a não te querer chego,
e de esperar-te quando não te espero,
passa o meu coração do frio ao fogo.
Quero-te só porque a ti te quero,
Odeio-te sem fim e odiando te rogo,
e a medida do meu amor viajante,
é não te ver e amar-te,
como um cego.

Tal vez consumirá a luz de Janeiro,
seu raio cruel meu coração inteiro,
roubando-me a chave do sossego,
nesta história só eu me morro,
e morrerei de amor porque te quero,
porque te quero amor,
a sangue e fogo.

2 comentários:

  1. Sophys amooo Pablo Neruda!!!
    Quando vi a atualização nos meus feeds, vim correndo ler!!!
    *.*
    Sempre perfeito e intenso!!!

    Beijocas!
    {perséfone core}_DC

    ResponderExcluir
  2. Ele é demais!
    Tão apaixonado...

    Adoro


    Bjooo

    ResponderExcluir