JellyPages.com
"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer, porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo". Clarice Lispector

Seguidores

junho 02, 2016

Álvaro de Campos


"Sim, sou eu, eu mesmo, 
tal qual resultei de tudo,
Espécie de acessório
 ou sobressalente próprio,
Arredores irregulares da minha emoção sincera,
Sou eu aqui em mim, sou eu.
Quanto fui, quanto não fui,
 tudo isso sou.
Quanto quis,
 quanto não quis, 
tudo isso me forma.
Quanto amei ou deixei de amar
 é a mesma saudade em mim".

Um comentário:

  1. Poema lindo com uma imagem deslimbrante: escolha sofisticada.
    Para vc, um fim de semana de delícias.

    Beijos

    http://odiariodaescrava.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir