JellyPages.com
"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer, porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo". Clarice Lispector

Seguidores

novembro 08, 2015

Oferta - Pequenos Delitos renovados



"Já amei em silêncio. Amei-te em silêncio
E aquele amor ficou em mim
Como uma doença contagiosa que nunca apareceu.
Mas que me consumiu como uma chaga.

Já amei de forma explícita. Pública. Doentia.
A rejeição não me matou.
Mas me deixou marcas explícitas. Variólicas.
Sobrevivi.

Hoje, me ofereço a ti.
De forma explícita. Nua. Delirante.
Pode ser o prenúncio de uma varíola ou uma doença incubada.
Mas pode ser o amor que me seca a procura.
Vale a pena correr o risco."

                                                       PDR,  abril de 2014

6 comentários:

  1. Um poema que merece ser oferecido,e que faz a felicidade de quem o recebe,certamente :)

    Beijoooo bom

    ResponderExcluir
  2. Já havia visto a postagem no blog, gostei muito.
    Boa escolha a sua em postar aqui.
    Deixo beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro ele!! Uma moral pro amigo, neh... rs

      Bjk@

      Excluir
  3. Envaidecido de que apenas um poema simples veio pousar nessa casa Sophysticada.... amiga querida..... e protegida !!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Quando as ofertas são assim, nada mais haverá a dizer que...Bem hajam tão sublimes ofertas
    beijo

    ResponderExcluir