JellyPages.com
"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer, porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo". Clarice Lispector

Seguidores

novembro 24, 2014

Fabrício Carpinejar



Não confie na frase de sua avó,
 de sua mãe, 
de sua irmã de que um dia encontrará 
um homem que você merece.

Não existe justiça no amor.
O amor não é censo,
 não é matemática, 
não é senso de medida,
 não é socialismo.
É o mais completo desequilíbrio. 
Ama-se logo quem a gente odiava,
 quem a gente provocava,
 quem a gente debochava.
 Exatamente o nosso avesso, 
o nosso contrário,
 a nossa negação.
O amor não é democrático, 
não é optar e gostar, 
não é promoção, 
não é prêmio de bom comportamento.
O melhor para você é o pior. 
Aquele que você escolhe infelizmente não tem química,
 não dura nem uma hora.
O pior para você é o melhor.
 Aquele de quem você procura distância
 é que se aproxima e não larga sua boca.
Amor é engolir de volta os conselhos dados às amigas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário