JellyPages.com
"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer, porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo". Clarice Lispector

Seguidores

outubro 31, 2010

Feliz halloween


OBSESSÃO DO MAR OCEANO

Vou andando feliz pelas ruas sem nome...
Que vento bom sopra do Mar Oceano!
Meu amor eu nem sei como se chama,
Nem sei se é muito longe o Mar Oceano...
Mas há vasos cobertos de conchinhas
Sobre as mesas... e moças na janelas
Com brincos e pulseiras de coral...
Búzios calçando portas... caravelas
Sonhando imóveis sobre velhos pianos...
Nisto,
Na vitrina do bric o teu sorriso, Antínous,
E eu me lembrei do pobre imperador Adriano,
De su'alma perdida e vaga na neblina...
Mas como sopra o vento sobre o Mar Oceano!
Se eu morresse amanhã, só deixaria, só,
Uma caixa de música
Uma bússola
Um mapa figurado
Uns poemas cheios de beleza única
De estarem inconclusos...
Mas como sopra o vento nestas ruas de outono!
E eu nem sei, eu nem sei como te chamas...
Mas nos encontramos sobre o Mar Oceano,
Quando eu também já não tiver mais nome.

Mario Quintana - O Aprendiz de Feiticeiro

Qual o telefone desse cara?

outubro 30, 2010

Kali Mascarenhas


Aquilo que existe em mim e faz parte de mim...
pode ser transformado... se eu quiser...
Aquilo que é do outro...
só pode ser transformado por ele...
e será compreendido e aceito por mim...
dentro dos meus limites...
se existir respeito...
Posso falar ao outro como
me sinto em relação ao que ele faz ou diz...
se houver liberdade...
Não posso afirmar:
“Aquilo que o outro fez ou disse me feriu...”
Eu é que me feri com AQUILO que ele fez ou disse... tenho opções...
Eu sou dono das minhas emoções...
sensações e sentimentos...
Também... das minhas atitudes...
pensamentos e palavras!
maravilha...
Não é coerente dizer que
fiz algo para alguém... só porque
alguém fez isso comigo primeiro...
Se eu agisse assim... eu seria
apenas resposta e eco... sem vida...
É mais valioso optar por agir
ao invés de apenas reagir...
É mais sensato perceber que
sou dono das minhas ações... e se faço algo...
sou o responsável por isso...tenho escolhas...

Reconheço que as rédeas do meu
destino estão nas minhas mãos...
e me recuso a segurar as rédeas
do destino do outro...
é meu direito...

Busco o AMOR em sua mais
bela expressão... e por isso
abro mão de querer ter o controle sobre a vida do outro...
Amém...

Quero amar com liberdade !
Quero amar com plenitude !
Quero Amar antes de tudo...
porque é bom...

com RESPEITO e LIBERDADE !

AMAR
Viver é arte... Seja criativo!


Dedico a minha Kerida Flor de Cristal {L.B.}


"Às vezes as pessoas que amamos nos
magoam, e nada podemos fazer
senão continuar nossa jornada com nosso
coração machucado.

Às vezes nos falta esperança,
mas alguém aparece para nos confortar.
Às vezes o amor nos machuca profundamente,
e vamos nos recuperando muito lentamente
dessa ferida tão dolorosa.

Às vezes perdemos nossa fé,
então descobrimos que precisamos acreditar,
tanto quanto precisamos respirar,
é nossa razão de existir.

Às vezes estamos sem rumo,
mas alguém entra em nossa vida,
e se torna o nosso destino.

Às vezes estamos no meio de centenas de pessoas,
e a solidão aperta nosso coração pela
falta de uma única pessoa.

Às vezes a dor nos faz chorar, nos faz sofrer,
nos faz querer parar de viver,
até que algo toque nosso coração,
algo simples como a beleza de um pôr do sol,
a magnitude de uma noite estrelada,
a simplicidade de uma brisa batendo em
nosso rosto... É a força da natureza nos
chamando para a vida.

Você descobre que as pessoas que pareciam ser
sinceras e receberam sua confiança,
te traíram sem qualquer piedade.

Percebe que não há como distinguir os bons
e os maus, pois poucos nascem assim,
a vida é que os torna melhores ou piores,
pelas tristezas e felicidades que passaram
e experiências vivenciadas.

É como se a vida fosse formada por corações
e cruzes, onde os corações representam
nossos momentos felizes,
o carinho e amor que recebemos,
e as cruzes são nossas dores, decepções,
sofrimentos, momentos ruins pelos quais passamos.

Então você poderá entender que alguns de nós
vivenciaram pouquíssimas cruzes e muitos
corações o que fará com que essas pessoas tenham
muito mais amor a transmitir, outras passaram
pelo contrário e são predominantemente frias,
insensíveis, buscam coisas materiais,
acreditam que os fins justificam os meios.
Com essas é preciso ter
cuidado, alguns podem mudar e melhorar,
outros podem mudar você e trazê-lo
para a realidade deles.

Assim ao conhecer alguém preste atenção
no caminho que essa pessoa percorreu.
Não deixe de acreditar no amor,
mas certifique-se de estar entregando
seu coração para alguém que dê valor aos
mesmos sentimentos que você dá.
Manifeste suas idéias e planos,
para saber se vocês combinam,
esteja aberto a algumas alterações,
mas jamais abra mão de tudo, pois se essa
pessoa te deixar, então nada irá lhe restar.

Aproveite ao máximo seus momentos de felicidade,
porque quando menos esperamos iniciam-se
períodos difíceis em nossas vidas.

Tenha sempre em mente que às vezes
tentar salvar um relacionamento,
manter um grande amor, pode ter um preço muito
alto se esse sentimento não for recíproco,
pois em algum outro momento essa pessoa irá te
deixar e seu sofrimento será ainda mais intenso,
do que teria sido no passado.

Pode ser difícil fazer algumas escolhas,
mas muitas vezes isso é necessário,
existe uma diferença muito grande entre
conhecer o caminho e percorrê-lo.


Não procure querer conhecer seu futuro
antes da hora, nem exagere em seu sofrimento,
esperar é dar uma chance à vida para que ela
coloque a pessoa certa em seu caminho.
A tristeza pode ser intensa, mas jamais será eterna.
A felicidade pode demorar a chegar,
mas o importante é que ela venha para ficar
e não esteja apenas de passagem, como acontece
com muitas pessoas que cruzam nosso caminho."

"O meu amor não tem importância nenhuma. Não tem o peso nem de uma rosa de espuma! Desfolha-se por quem? Para quem se perfuma? O meu amor não tem importância nenhuma." Cecília Meireles


Pandora - Cuidado com o que você deseja... seu desejo pode um dia virar realidade...

Pandora era a filha primogênita de Zeus que, aos 9 anos de idade, recebeu de presente de seu pai o colar usado por Prometeu que foi retirado dele ao pagar a sua pena por roubar o fogo dos deuses. Pandora, então, arranjou uma caixa para pôr seu colar, a mesma caixa em que ela guardou a sua mente e as lembranças de seu primeiro namorado, cujo nome era Narciso. A caixa podia apenas guardar bens de todo o tipo, com exceção de bens materiais. Como o colar era um bem material, ele se auto-destruiu. Para Pandora o colar tinha valor sentimental, o que a fez chorar por muitos dias seguidos sem parar. Como a caixa guardava lembranças com a intenção de sempre recordar-las ao "dono", Pandora sempre se sentia triste. Tentou destruir a caixa para ver se ela se esquecia do fato, mas não funcionou, a caixa era fruto de um grande feitiço, que a impedia de ser destruída. Pandora então, aos 36 anos, se matou. Não aguentou viver mais de 27 anos com aquela "maldição".



Adélia Prado


"Nem especialmente alegre ou triste se precisa estar.
Ocorre como os chamados movimentos autônomos do corpo.
Sem aviso me apanho cantando: "...Atestam-te os meus olhos rasos d'água a dor que a tua ausência me causou...."
São preciosos registros, farelos de ouro, retalho de pano bom.
Me levanto para guardar, botar no cofre, certamente em vão, têm natureza de nuvem, passam.
Você olha, acha bonito, mas segurar não pode.
Sofro por causa do meu espírito de colecionador-arqueólogo.
Quero pôr o bonito numa caixa com chave para abrir de vez em quando e olhar."


"Do nascimento do sol até ao ocaso, louvado seja o nome do Senhor." Sal. 113:3.


É comum louvar a Deus quando o coração transborda de alegria e gratidão.
É também comum procurá-Lo quando as coisas parecem escapar do controle e você sente que não tem mais forças para continuar resistindo aos furacões da vida.
Não falo de furacões como o Katrina ou o Vilma, que arrasaram tudo, mas pelo menos deixaram a esperança da reconstrução.
Refiro-me àqueles vendavais emocionais que levam embora até a vontade de continuar vivendo.
O que acontece quando o ser amado um dia olha para você e diz: "Foi bom enquanto durou, mas estou partindo porque quero ser feliz"? O que você sente quando, depois de toda uma vida de trabalho, a traição de alguém em quem você confiava parece destruir todos os seus sonhos?
Como reagir diante do corpo inerte do filho amado, ou do diagnóstico de um câncer terminal em plena juventude?
Buscar a Deus nos momentos de alegria e de tristeza será mais fácil se a declaração do verso de hoje for uma realidade na experiência. Louvar o nome de Deus precisa ser um ato permanente.
"Do nascimento do sol até ao ocaso."
Andando, viajando, trabalhando, vivendo, o louvor deve estar presente em cada pulsar do coração.
O humanismo de nossos dias concentra a atenção do homem no próprio homem.
"Busque a solução dentro de você", afirma. "Tire a energia interior", declara.
A teologia bíblica é teocêntrica. Segundo ela, todos os caminhos e intenções humanas devem convergir para Deus. A Bíblia ensina que Deus está no Céu, mas quer estar na vida da criatura. Todos os dias e em todos os momentos.
Deixará você que Deus caminhe ao seu lado hoje? Pedir-Lhe-á orientação antes de tomar a decisão que precisa tomar? Desligar-se da presença de Jesus, um minuto que seja, é como tirar o tubo de oxigênio de um enfermo terminal.
Se você aprender a sentir a presença de Deus em todo o tempo, será mais fácil fazê-lo em meio à dor, quando as lágrimas o impedirem de enxergar o Senhor.
Abra o coração a Jesus. Abrace seus amados antes de sair de casa. Encoraje o fraco, conforte o triste e encare com segurança os desafios deste dia. Ah! Não se esqueça: "Do nascimento do sol até ao ocaso, louvado seja o nome do Senhor."


AB
Livia B. de Haan

A-cor-dar.


Significa dar a cor, colocar o coração em tudo que faz.
Existem pessoas que acordam às 6h da tarde. É isso mesmo!Pela manhã caem da cama, são jogadas da cama, mas passam o dia todo dormindo.
E existem alguns, acredite, que passam a vida toda e não conseguem acordar.
Eu tive um amigo que acordou aos 54 anos de idade.Ele me disse:
- Descobri que estou na profissão errada!E ele já estava se aposentando...Imagine o trauma que esse amigo criou para si, para os colegas de trabalho, para a sua família!Foi infeliz durante toda sua vida profissional porque simplesmente não "acordou".
Eu, na época, era muito jovem, mas compreendi bem o que ele estava me ensinando naquele momento.Por mais cinzento que possa estar sendo o dia de hoje, ele tem exatamente a cor que dou a ele.
Sabe por quê?
Por que a vida tem a cor que "a gente pinta".
O engraçado é que os dias são todos exclusivos.
Cada dia é um novo dia, ninguém o viveu.
Ele está ali, esperando que eu e você façamos com que ele seja o melhor da nossa vida.
Os meus dias são os mais lindos da face da Terra porque eu os faço ser os mais lindos da face da Terra.
Acredite em você!
O universo é o limite!
Dê a você a oportunidade de "a-cor-dar" todos os dias e compartilhar com os outros o que Deus nos dá de melhor o privilégio de ser e fazer os outros felizes.
Acorde e tenha uma vida mais colorida!

outubro 28, 2010

Devaneios by Sophys


Toh meia assim distante de mim mesma
Preocupada com tantas coisas ao meu redor
Preciso refletir
Tem muitas coisas em mim q ng vai compreender
Ainda não estou pronta pra falar
Um dia por vez
Um prazer por vez
Uma alegria por vez
Estou assim...
Quieta e pensativa no meu canto.
Vivo esse momento com prazer
Ainda não estou pronta pra me aventura
Mas tb não estou pronta pra desistir...
Tenho calma
Tenho tempo
E vc?
By Sophys

Coração Tropical




Meu coração tropical está coberto de neve mas
Ferve em seu cofre gelado
E à voz vibra e a mão escreve mar
Bendita lâmina grave que fere a parede e traz
As febres loucas e breves
Que mancham o silêncio e o cais
Roserais nova Granada de Espanha
Por você eu teu corsário preso
Vou partir na geleira azul da solidão
E buscar a mão do mar
Me arrastar até o mar procurar o mar
Mesmo que eu mande em garrafas
Mensagens por todo o mar
Meu coração tropical partirá esse gelo e irá
Com as garrafas de náufragos
E as rosas partindo o ar
Nova granada de espanha
E as rosas partindo o ar
video:http://www.youtube.com/watch?v=3h-w-IqmACw

A DESPEDIDA - Artur da Távola

Nunca se sabe onde está uma despedida.
Até no afã do até logo pode esconder-se um nunca mais.
Na frase infeliz, na simples conversa, algo pode estar morrendo, do amor ou da amizade.
Há despedidas que não são patentes.
Não se lhes percebe o estalo do afastamento, que pode estar no instante de mau humor, na resposta infeliz, na alegria que não se repete ou na palavra que deixamos de dar e receber.
Às vezes, está na palavra que dizemos.
Nem sempre as pessoas se separam: esgarçam-se às vezes. Viver esgarça.
É algo que se afasta sem romper completamente. Também no que esgarça pode haver despedida, pois, embora não haja perda de matéria, nunca mais será como antes.
Despedir-se é sutil, nem sempre aparece.
Seres em mutação, vivem a mudar sem saber. Na mudança, transforma-se em recordação o que antes era união e vontade, amizade ou convivência.
Tudo se faz retrato, álbum, caderno, poema, carta, saudade ou memória. A despedida não é por querer: acontece a despeito. Um simples "até já" pode conter inimagináveis nunca. Ou sempre.
Maravilhosa e cruel à vida! Tudo pode acontecer. As ligações, salvo poucas, fazem-se precárias e falíveis. Nosso destino é preso a acontecimentos semicontroláveis. Ou impulsos, cansaços, e as discordâncias, são imprevisíveis. E geram despedidas antes insuperáveis.
Ninguém sabe de quem se afastará. Nem quais as amizades e amores de toda a vida, nada obstante existam. Raros captam a dor que estala em cada hipótese de despedida. Separar-se contém sempre a hipótese da despedida. Por isso, uma dor sempre se infiltra em cada afastamento. Algo se assusta escondido em tudo o que se separa. Ainda que para ir ali pertinho e logo voltar.
Quem viaja ameaça a despedida. "Partir é morrer um pouco". Dizem os franceses, e com razão. Ainda que para encontrar-se depois, quem parte arrisca despedidas. Por isso, a emoção subjacente percorre-lhe o mistério e a "região das certezas absolutas".
As grandes despedidas dão-se - contudo - sem que o percebamos. As que sabemos e sofremos não são despedidas completas, pois a saudade e a memória hão de trazer de volta o sentimento genuíno que agora causa dor. As grandes despedidas infiltram-se no cotidiano e nos atos corriqueiros de cada dia sem ser percebidas. Muitos anos depois, vamos verificar que disfarçado em dia-a-dia ali estavam e estalavam saudades antecipadas, vários nunca dos quais jamais suspeitamos. Nunca se sabe onde está uma despedida.
A não ser muito depois...

outubro 27, 2010

Mudanças

Hoje eu vou mudar vasculhar minhas gavetas
Jogar fora sentimentos e ressentimentos tolos.
Fazer limpeza no armário
Retirar traças e teias e angústias da minha mente
Parar de sofrer por coisas tão pequeninas
Deixar de ser menina pra ser mulher!
Hoje eu vou mudar por na balança a coragem
Me entregar no que acredito
Pra ser o que sou sem medo.
Dançar e cantar por hábito e não ter cantos escuros
Pra guardar os meus segredos parar de dizer:
"Não tenho tempo pra vida que grita dentro de mim me libertar!"


Hoje eu vou mudar
Sair de dentro de mim e não usar somente o coração
Parar de cobrar os fracassos
Soltar os laços e prender as amarras da razão!
Voar livre com todos os meus defeitos
Pra que eu possa libertar os meus direitos
E não cobrar dessa vida
Nem rumos e nem decisões!
Hoje eu preciso e vou mudar
Dividir no tempo e somar no vento
Todas as coisas que um dia sonhei conquistar,
Porque sou mulher como qualquer uma
Com dúvidas e soluções
Com erros e acertos



Amor e desamor.
Suave como a gaivota
E ferina como a leoa
Tranqüila e pacificadora
Mas ao mesmo tempo
Irreverente e revolucionária!
Feliz e infeliz
Realista e sonhadora
Submissa por condição
Mas independente por opinião,
Porque sou mulher
Com todas as incoerências
Que fazem de nós
Um forte sexo fraco!

outubro 25, 2010

Ser Adulto - Arnaldo Jabor

Sempre acho que namoro, casamento, romance tem começo, meio e fim. Como tudo na vida. Detesto quando escuto aquela conversa:
- ‘Ah, terminei o namoro… ‘
- ‘Nossa, quanto tempo?’
- ‘Cinco anos… Mas não deu certo… Acabou’
- É, não deu…?
Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou.
E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.
Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam.
Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro.
E não temos esta coisa completa.
Às vezes ele é fiel, mas não é bom de cama.
Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
Às vezes ela é malhada, mas não é sensível.
Tudo nós não temos.
Perceba qual o aspecto que é mais importante e invista nele.
Pele é um bicho traiçoeiro.
Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia.
E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona…
Acho que o beijo é importante… e se o beijo bate… se joga… senão bate… mais um Martini, por favor… e vá dar uma volta.
Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra.
O outro tem o direito de não te querer.
Não lute, não ligue, não dê pití.
Se a pessoa ta com dúvida, problema dela, cabe a você esperar ou não.
Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.
O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta.
Nada de drama.
Que graça tem alguém do seu lado sob chantagem, gravidez, dinheiro, recessão de família?
O legal é alguém que está com você por você.
E vice versa.
Não fique com alguém por dó também.
Ou por medo da solidão.
Nascemos sós. Morremos sós. Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado.
E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.
Tem gente que pula de um romance para o outro.
Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?
Gostar dói.
Você muitas vezes vai ter raiva, ciúmes, ódio, frustração.
Faz parte. Você namora um outro ser, um outro mundo e um outro universo.
E nem sempre as coisas saem como você quer…
A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.
Se alguém vier com este papo, corra, afinal, você não é terapeuta.
Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.
Na vida e no amor, não temos garantias.
E nem todo sexo bom é para namorar.
Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar.
Nem todo beijo é para romancear.
Nem todo sexo bom é para descartar. Ou se apaixonar. Ou se culpar.
Enfim… Quem disse que ser adulto é fácil?

PERANTE OS AMIGOS - André Luiz ( Chico Xavier)


O amigo é uma benção que nos cabe cultivar no clima da gratidão.
Quem diz que ama e não procura compreender e nem auxiliar, nem amparar e nem ouvir, não saiu de si mesmo ao encontro do amor em alguém.
A amizade verdadeira não é cega, mas se enxerga defeitos nos corações amigos, sabe amá-los e entendê-los mesmo assim.
A ventura real da amizade é o bem dos entes queridos.
Em qualquer dificuldade com as relações afetivas, é preciso lembrar que toda criatura humana é um ser inteligente em transformação incessante,e, por vezes, a mudança das pessoas que amamos não se verifica na direção de nossas próprias escolhas.
Se Jesus nos recomendou amar os inimigos, imaginemos com que imenso amor nos compete amar  aqueles que nos oferece o coração.
Quanto mais amizade você der, mais amizade receberá.

                                                                 

Escravos de nossas Palavras


Certa vez, um homem tanto falou que seu vizinho era ladrão, que o vizinho acabou sendo preso.
Algum tempo depois, descobriram que era inocente. O rapaz foi solto, após muito sofrimento e humilhação, e processou o homem.
No tribunal, o homem disse ao juiz:
- Comentários não causam tanto mal...
E o juiz respondeu:
- Escreva os comentários que você fez sobre ele num papel. Depois pique o papel e jogue os pedaços pelo caminho de casa. Amanhã, volte para ouvir sua sentença!
O homem obedeceu e voltou no dia seguinte, quando o juiz disse:
- Antes da sentença, terá que catar os pedaços de papel que espalhou ontem!
- Não posso fazer isso, meritíssimo! - respondeu o homem
- O vento deve tê-los espalhado por tudo quanto é lugar e já não sei onde estão!
Ao que o juiz respondeu:
- Da mesma maneira, um simples comentário que pode destruir a honra de um homem, espalha-se a ponto de não podermos mais consertar o mal causado.

Se não se pode falar bem de uma pessoa, é melhor que não se diga nada!
" Sejamos senhores de nossa língua, para não sermos escravos de nossas palavras ".

Nunca se esqueça: Quem ama não vê defeitos...
 Quem odeia não vê qualidades... E quem é justo vê as duas coisas!

O contrário do Amor - Martha Medeiros


O contrário de bonito é feio, de rico é pobre, de preto é branco, isso se aprende antes de entrar na escola. Se você fizer uma enquete entre as crianças, ouvirá também que o contrário do amor é o ódio. Elas estão erradas. Faça uma enquete entre adultos e descubra a resposta certa: o contrário do amor não é o ódio, é a indiferença.

O que seria preferível, que a pessoa que você ama passasse a lhe odiar, ou que lhe fosse totalmente indiferente? Que perdesse o sono imaginando maneiras de fazer você se dar mal ou que dormisse feito um anjo a noite inteira, esquecido por completo da sua existência? O ódio é também uma maneira de se estar com alguém. Já a indiferença não aceita declarações ou reclamações: seu nome não consta mais do cadastro.

Para odiar alguém, precisamos reconhecer que esse alguém existe e que nos provoca sensações, por piores que sejam. Para odiar alguém, precisamos de um coração, ainda que frio, e raciocínio, ainda que doente. Para odiar alguém gastamos energia, neurônios e tempo. Odiar nos dá fios brancos no cabelo, rugas pela face e angústia no peito. Para odiar, necessitamos do objeto do ódio, necessitamos dele nem que seja para dedicar-lhe nosso rancor, nossa ira, nossa pouca sabedoria para entendê-lo e pouco humor para aturá-lo. O ódio, se tivesse uma cor, seria vermelho, tal qual a cor do amor.

Já para sermos indiferentes a alguém, precisamos do quê? De coisa alguma. A pessoa em questão pode saltar de bung-jump, assistir aula de fraque, ganhar um Oscar ou uma prisão perpétua, estamos nem aí. Não julgamos seus atos, não observamos seus modos, não testemunhamos sua existência. Ela não nos exige olhos, boca, coração, cérebro: nosso corpo ignora sua presença, e muito menos se dá conta de sua ausência. Não temos o número do telefone das pessoas para quem não ligamos. A indiferença, se tivesse uma cor, seria cor da água, cor do ar, cor de nada.

Uma criança nunca experimentou essa sensação: ou ela é muito amada, ou criticada pelo que apronta. Uma criança está sempre em uma das pontas da gangorra, adoração ou queixas, mas nunca é ignorada. Só bem mais tarde, quando necessitar de uma atenção que não seja materna ou paterna, é que descobrirá que o amor e o ódio habitam o mesmo universo, enquanto que a indiferença é um exílio no deserto.

outubro 24, 2010

SIMPLES E MUITO BEM EXPLICADO....


Um professor de Economia da Universidade Texas Tech nd Disse Que Nunca reprovou hum tão Aluno pingos, tinha MAS, UMA Vez, reprovado UMA classe Inteira.

This in classe particular tinha insistido Que o socialismo realmente funcionava: pobre e rico Seria Ninguém Seria ninguem, 'justo'. Seria Tudo e igualitário
 
Disse entao O professor:
 
Ok, Vamos Fazer hum experimento socialista Nesta classe .. Ao inves de Dinheiro, usaremos NAS SUAS Notas Provas. Justas Todas As Notas seriam concedidas com base de mídia da nd classe, e seriam so as to ".
 
COM ISSO elementos QUIS Dizer Que Todos receberiam como Notas mesmas, O Que Que significou reprovado Seria Ninguem. also ISSO Dizer quis, Claro, hum receberia Que Ninguém "A" ...

DEPOIS Que a mídia das Primeiras Provas tiradas FORAM, Todos receberam "B". Estudou Quem ficou indignado com Dedicação, MAS OS Alunos Que nao se esforçaram ficaram Muito Felizes com o Resultado.

Quando uma Segunda Prova Aplicada FOI, OS preguiçosos Menos Ainda estudaram - enguias esperavam tirar boas Notas de QUALQUÉR forma. Aqueles Que Bastante estudado tinham nenhuma Início resolveram Que also enguias se aproveitariam do Trem das Notas da Alegria. So as to, agindo contra Tendências SUAS, enguias Hábitos copiaram dos preguiçosos OS .. Como Resultado da UM, uma Segunda Média das Provas de Liberdade de Informação "D". Ninguém Gostou.

DEPOIS da Terceira Prova, meios de comunicação Geral FOI UM "F". Como Notas voltaram nao Patamares Mais uma Altos Mas como Entre Alunos desavenças OS, Por culpados BUSCAS palavrões e passaram uma Fazer Parte da Atmosfera das Aulas daquela classe. 'A Busca Por Justiça dos Alunos tinha Sido Reclamações uma das principais causa, uma inimizades e senso de injustiça passaram Que uma Fazer Parte daquela turma. Nenhum final das Contas, Queria Ninguém Mais Estudar n. os benefi o resto da sala. So as to, de Todos os Alunos repetiram o Ano ... Pará Surpresa total !

O professor explicou Que o experimento socialista tinha falhado PORQUE FOI baseado nenhuma Menor esforço Possível da Parte de SEUS Participantes. Preguiça e mágoas Resultado Seu LDI. Sempre haveria um Fracasso nd Situação Partir da Qual o experimento tinha começado.

"Quando um grande e Recompensa" Disse, Ele, "o esforço Pelo Sucesso e grande, Pelo Menos parágrafo alguns de nos. Tras o Governo eliminação Todas As recompensas AO tirar Coisas dos Outros SEM Seu Consentimento Dar um parágrafo Outros Por Que batalharam nao ELAS, entao o Fracasso e Inevitável ".

*************************
"Levar o Impossível e pobre à Prosperidade atraves de legislações punem Que OS Ricos Pela Prosperidade. Joe Cada Pessoa Que recebe trabalhar sem, outra Pessoa DEVE receber SEM trabalhar. O Governo nao PoDE Dar parágrafo Alguém Aquilo Que nao tira de Outro Alguém. Metade Quando da População entende uma ideia de nao Que Precisa trabalhar, POIs uma outra Metade da População Irá Sustenta-la, e quando ESTA outra Metade entende Que nao VALE MAIS sustentar um parágrafo pena trabalhar uma Primeira Metade, entao chegamos COMEÇO AO FIM de fazer UMA Nação. Impossível Riqueza e Multiplicar Dividindo-a. "

PS - Sem discordar da necessidade de melhora das condições de Vida de Todos os Brasileiros , temo muito pelos milhões de benesses das “Bolsas ..... “ distribuídas a torto e a direito pelo Pres. Lula , pois temos milhões de pessoas por este Brasil já vivendo sem trabalhar , só não esqueçam um detalhe , não é nivelando por baixo que se constrói uma grande nação .

Corajoso


"Tornar contentes aqueles que já são contentes não é ser corajoso.
Amar aqueles que são amorosos não é ser corajoso.
Cooperar com aqueles que são cooperativos não é ser corajoso.
Ser corajoso é tornar pessoas não cooperativas em cooperativas com o poder da sua cooperação. Isso é ter amor nos relacionamentos.
Se você perceber que alguém está fraco em algum aspecto, doe força e poder. Sua coragem o ajudará a dar um grande salto."

DEPENDE DA POSIÇÃO...

Segundo estudos recentes, parado, fortalece a coluna;
de cabeça baixa estimula a circulação do sangue;
de boca para cima é mais prazeroso;
sozinho, é estimulante, mas egoísta;
em grupo, pode até ser divertido;
no banho, é muito arriscado;
no automóvel, pode ser perigoso...
Com freqüência, desenvolve a imaginação;
entre duas pessoas, enriquece o conhecimento;
de joelhos, pode resultar doloroso...
Enfim, sobre a mesa ou no escritório,
antes de comer ou na sobremesa,
sobre a cama ou na rede,

nus ou vestidos,
sobre o sofá ou no tapete,
com música ou em silêncio,
entre lençóis ou no closet:
sempre é um ato de amor e de enriquecimento.
Não importa a idade, nem a raça,
nem a crença, nem o sexo,
nem a posição socioeconômica...


Ler é um prazer!!!




DEFINITIVAMENTE, O MELHOR É LER E DESFRUTAR DA IMAGINACÃO!
E É O QUE VOCÊ ACABA DE EXPERIMENTAR....ESPERAVA OUTRA COISA DESSA SUA AMIGA ????
É CLARO QUE NÃO ... TENHO CERTEZA !!!!

O Caminho da Vida - Charles Chaplin


O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém nos extraviamos.

A cobiça envenou a alma dos homens... levantou no mundo as muralhas do ódios... e tem-nos feito marchar a passo de ganso para a miséria e morticínios.

Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria.

Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Pensamos em demasia e sentimos bem pouco.

Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido.

(O Último discurso, do filme O Grande Ditador)

Charles Chaplin


A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.

Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.

Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?

outubro 23, 2010

"Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas as vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: Quer-se absorve a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida."



Osho


Não pense que o amor é eterno. Ele é muito frágil, tão frágil quanto uma rosa.
Pela manhã, ela está ali; ao entardecer, ela se foi. E pequenas coisas podem destruí-la.
Quanto mais elevado for algo, mais frágil será. Ele precisa ser protegido.
Uma pedra permanecerá, mas a flor irá embora.
Se você atirar uma pedra na flor, a pedra não se machucará, mas a flor será destruída.

O amor é muito frágil, muito delicado. Você precisa ser muito cuidadoso e cauteloso com ele.
Você pode causar tal dano que o outro se fecha, fica defensivo.

Se você estiver brigando muito, seu parceiro começará a escapar; vai se tornar cada vez mais frio e fechado, de modo a não ficar mais vulnerável a seu ataque. Então, você o atacará ainda mais, porque você resistirá a essa frieza.
Isso pode se tornar um círculo vicioso, e é assim que as pessoas enamoradas pouco a pouco se separam. Elas se afastam uma da outra e acham que a outra foi a responsável, que a outra a traiu.
Na verdade, como percebo, nenhuma pessoa enamorada jamais traiu alguém.
É somente a ignorância que mata o amor. Ambas queriam ficar juntas, mas ambas eram ignorantes.
A ignorância delas fez com que entrassem em jogos psicológicos, e esses jogos se multiplicaram.

Martha Medeiros


Pessoas entram na sua vida por uma “Razão”, uma “Estação” ou uma “Vida Inteira”.
Quando você percebe qual deles é, você vai saber o que fazer por cada pessoa.

Quando alguém está em sua vida por uma “Razão”… é, geralmente, para suprir uma necessidade que você demonstrou. Elas vêm para auxiliá-lo numa dificuldade, te fornecer orientação e apoio, ajudá-lo física, emocional ou espiritualmente. Elas poderão parecer como uma dádiva de Deus, e são! Elas estão lá pela razão que você precisa que eles estejam lá. Então, sem nenhuma atitude errada de sua parte, ou em uma hora inconveniente, esta pessoa vai dizer ou fazer alguma coisa para levar essa relação a um fim. Ás vezes, essas pessoas morrem. Ás vezes, eles simplesmente se vão. Ás vezes, eles agem e te forçam a tomar uma posição. O que devemos entender é que nossas necessidades foram atendidas, nossos desejos preenchidos e o trabalho delas, feito. As suas orações foram atendidas. E agora é tempo de ir.

Quando pessoas entram em nossas vidas por uma “Estação”, é porque chegou sua vez de dividir, crescer e aprender. Elas trazem para você a experiência da paz, ou fazem você rir. Elas poderão ensiná-lo algo que você nunca fez. Elas, geralmente, te dão uma quantidade enorme de prazer… Acredite! É real! Mas somente por uma “Estação”.

Relacionamentos de uma “Vida Inteira” te ensinam lições para a vida inteira: coisas que você deve construir para ter uma formação emocional sólida. Sua tarefa é aceitar a lição, amar a pessoa, e colocar o que você aprendeu em uso em todos os outros relacionamentos e áreas de sua vida. É dito que o amor é cego, mas a amizade é clarividente. Obrigado por ser parte da minha vida.

Pare aqui e simplesmente SORRIA.

“Trabalhe como se você não precisasse do dinheiro,
Ame como se você nunca tivesse sido magoado, e dance como
se ninguém estivesse te observando.”

“O maior risco da vida é não fazer NADA.”


Afinidade - Artur da Távola


A AFINIDADE não é o mais brilhante, mas o mais sutil,
delicado e penetrante dos sentimentos.
O mais independente.

Não importa o tempo, a ausência, os adiamentos,
as distâncias, as impossibilidades.
Quando há AFINIDADE, qualquer reencontro retoma a relação,
o diálogo, a conversa, o afeto, no exato ponto em que foi interrompido.
AFINIDADE é não haver tempo mediando a vida.

É uma vitória do adivinhado sobre o real.
Do subjetivo sobre o objetivo.
Do permanente sobre o passageiro.
Do básico sobre o superficial.
Ter afinidade é muito raro.

Mas quando existe não precisa de códigos verbais para se manifestar.
Existia antes do conhecimento, irradia durante e permanece depois
que as pessoas deixaram de estar juntas.
O que você tem dificuldade de expressar a um não afim, sai simples
e claro diante de alguém com quem você tem AFINIDADE.

AFINIDADE é ficar longe pensando parecido a respeito dos mesmos
fatos que impressionam, comovem ou mobilizam.
É ficar conversando sem trocar palavra.
É receber o que vem do outro com aceitação anterior ao entendimento.

AFINIDADE é sentir com.
Nem sentir contra, nem sentir para, nem sentir por, nem sentir pelo.
Quanta gente ama loucamente, mas sente contra o ser amado.
Quantos amam e sentem para o ser amado, não para eles próprios.

Sentir com é não ter necessidade de explicar o que está sentindo.
É olhar e perceber.
É mais calar do que falar.
Ou quando é falar, jamais explicar, apenas afirmar.

AFINIDADE é jamais sentir por.
Quem sente por, confunde afinidade com masoquismo.
Mas quem sente com, avalia sem se contaminar.
Compreende sem ocupar o lugar do outro.
Aceita para poder questionar.
Quem não tem afinidade, questiona por não aceitar.

Só entra em relação rica e saudável com o outro,
quem aceita para poder questionar.
Não sei se sou claro: quem aceita para poder questionar,
não nega ao outro a possibilidade de ser o que é, como é, da maneira que é.
E, aceitando-o, aí sim, pode questionar, até duramente, se for o caso.
Isso é AFINIDADE.
Mas o habitual é vermos alguém questionar porque não aceita
o outro como ele é. Por isso, aliás, questiona.
Questionamento de afins, eis a (in)fluência.
Questionamento de não afins, eis a guerra.

A AFINIDADE não precisa do amor. Pode existir com ou sem ele.
Independente dele. A quilômetros de distância.
Na maneira de falar, de escrever, de andar, de respirar.
Há AFINIDADE por pessoas a quem apenas vemos passar,
por vizinhos com quem nunca falamos e de quem nada sabemos.
Há AFINIDADE com pessoas de outros continentes a quem nunca vemos,
veremos ou falaremos.

Quem pode afirmar que, durante o sono, fluidos nossos não saem
para buscar sintomas com pessoas distantes,
com amigos a quem não vemos, com amores latentes,
com irmãos do não vivido?

A AFINIDADE é singular, discreta e independente,
porque não precisa do tempo para existir.
Vinte anos sem ver aquela pessoa com quem se estabeleceu
o vínculo da AFINIDADE!
No dia em que a vir de novo, você vai prosseguir a relação
exatamente do ponto em que parou.
AFINIDADE é a adivinhação de essências não conhecidas
nem pelas pessoas que as tem.

Por prescindir do tempo e ser a ele superior,
a AFINIDADE vence a morte, porque cada um de nós traz AFINIDADE
ancestrais com a experiência da espécie no inconsciente.
Ela se prolonga nas células dos que nascem de nós,
para encontrar sintonias futuras nas quais estaremos presentes.
Sensível é a AFINIDADE.
É exigente, apenas de que as pessoas evoluam parecido.
Que a erosão, amadurecimento ou aperfeiçoamento sejam do mesmo grau,
porque o que define a AFINIDADE é a sua existência também depois.

Aquele ou aquela de quem você foi tão amigo ou amado, e anos depois
encontra com saudade ou alegria, mas percebe que não vai conseguir
restituir o clima afetivo de antes,
é alguém com quem a AFINIDADE foi temporária.
E AFINIDADE real não é temporária. É supratemporal.
Nada mais doloroso que contemplar AFINIDADE morta,
ou a ilusão de que as vivências daquela época eram AFINIDADE.
A pessoa mudou, transformou-se por outros meios.
A vida passou por ela e fez tempestades, chuvas,
plantios de resultado diverso.

AFINIDADE é ter perdas semelhantes e iguais esperanças,
é conversar no silêncio, tanto das possibilidades exercidas,
quantos das impossibilidades vividas.

AFINIDADE é retomar a relação do ponto em que parou,
sem lamentar o tempo da separação.
Porque tempo e separação nunca existiram.
Foram apenas a oportunidade dada (tirada) pela vida,
para que a maturação comum pudesse se dar.
E para que cada pessoa pudesse e possa ser, cada vez mais,
a expressão do outro sob a forma ampliada e
refletida do eu individual aprimorado.

Clarice Lispector


"...há impossibilidade de ser além do que se é -
no entanto eu me ultrapasso mesmo sem o delírio,
sou mais do que eu, quase normalmente -
tenho um corpo e tudo que eu fizer é continuação
de meu começo...
a única verdade é que vivo.
Sinceramente, eu vivo.
Quem sou?
Bem, isso já é demais..."

Clarice Lispector


"Sou o que quero ser, porque possuo apenas uma vida e nela
só tenho uma chance de fazer o que quero.
Tenho felicidade o bastante para fazê-la doce dificuldades para fazê-la forte,
Tristeza para fazê-la humana e esperança suficiente para fazê-la feliz.
As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas 
elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos"

outubro 22, 2010

Dez coisas que aprendi‏ - Luís Fernando Veríssimo



1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode ser uma boa pessoa.

2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.

3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.

4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca.

5. Não confunda nunca sua carreira com sua vida.

6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.

7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria "reuniões".

8. Há uma linha muito tênue entre "hobby" e "doença mental".

9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.

10. Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.

Mulheres - Luís Fernando Veríssimo

"Certo dia parei para observar as mulheres e só pude concluir uma coisa: elas não são humanas. São espiãs. Espiãs de Deus, disfarçadas entre nós.

Pare para refletir sobre o sexto-sentido.
Alguém duvida de que ele exista?

E como explicar que ela saiba exatamente qual mulher, entre as presentes, em uma reunião, seja aquela que dá em cima de você?

E quando ela antecipa que alguém tem algo contra você, que alguém está ficando doente ou que você quer terminar o relacionamento?

E quando ela diz que vai fazer frio e manda você levar um casaco? Rio de Janeiro, 40 graus, você vai pegar um avião pra São Paulo. Só meia-hora de vôo. Ela fala pra você levar um casaco, porque "vai fazer frio". Você não leva. O que acontece?
O avião fica preso no tráfego, em terra, por quase duas horas, depois que você já entrou, antes de decolar. O ar condicionado chega a pingar gelo de tanto frio que faz lá dentro!
"Leve um sapato extra na mala, querido.
Vai que você pisa numa poça..."
Se você não levar o "sapato extra", meu amigo, leve dinheiro extra para comprar outro. Pois o seu estará, sem dúvida, molhado...

O sexto-sentido não faz sentido!

É a comunicação direta com Deus!
Assim é muito fácil...
As mulheres são mães!

E preparam, literalmente, gente dentro de si.
Será que Deus confiaria tamanha responsabilidade a um reles mortal?

E não satisfeitas em ensinar a vida elas insistem em ensinar a vivê-la, de forma íntegra, oferecendo amor incondicional e disponibilidade integral.
Fala-se em "praga de mãe", "amor de mãe", "coração de mãe"...

Tudo isso é meio mágico...
Talvez Ele tenha instalado o dispositivo "coração de mãe" nos "anjos da guarda" de Seus filhos (que, aliás, foram criados à Sua imagem e semelhança).

As mulheres choram. Ou vazam? Ou extravazam?

Homens também choram, mas é um choro diferente. As lágrimas das mulheres têm um não sei quê que não quer chorar, um não sei quê de fragilidade, um não sei quê de amor, um não sei quê de tempero divino, que tem um efeito devastador sobre os homens...

É choro feminino. É choro de mulher...

Já viram como as mulheres conversam com os olhos?

Elas conseguem pedir uma à outra para mudar de assunto com apenas um olhar.
Elas fazem um comentário sarcástico com outro olhar.
E apontam uma terceira pessoa com outro olhar.
Quantos tipos de olhar existem?

Elas conhecem todos...

Parece que freqüentam escolas diferentes das que freqüentam os homens!
E é com um desses milhões de olhares que elas enfeitiçam os homens.

EN-FEI-TI-ÇAM !

E tem mais! No tocante às profissões, por que se concentram nas áreas de Humanas?
Para estudar os homens, é claro!
Embora algumas disfarcem e estudem Exatas...

Nem mesmo Freud se arriscou a adentrar nessa area. Ele, que estudou, como poucos, o comportamento humano, disse que a mulher era "um continente obscuro".
Quer evidência maior do que essa?
Qualquer um que ama se aproxima de Deus.
E com as mulheres também é assim.

O amor as leva para perto dEle, já que Ele é o próprio amor. Por isso dizem "estar nas nuvens", quando apaixonadas.
É sabido que as mulheres confundem sexo e amor.
E isso seria uma falha, se não obrigasse os homens a uma atitude mais sensível e respeitosa com a própria vida.
Pena que eles nunca verão as mulheres-anjos que têm ao lado.
Com todo esse amor de mãe, esposa e amiga, elas ainda são mulheres a maior parte do tempo.
Mas elas são anjos depois do sexo-amor.
É nessa hora que elas se sentem o próprio amor encarnado e voltam a ser anjos.
E levitam.
Algumas até voam.
Mas os homens não sabem disso.
E nem poderiam.
Porque são tomados por um encantamento
que os faz dormir nessa hora."